Peter Haisenko


Teria sido fácil para Kiev reduzir as massas de água. Mas não o fizeram, pelo contrário, abriram ainda mais as comportas. Desta forma, Kiev está a causar o máximo de danos possível na região que sabe estar perdida para eles


estar perdida para eles

Desde que a barragem de Kakhovka está sob controlo russo, tem sido bombardeada pelas tropas de Kiev. Agora a barragem foi rebentada e isto faz parte da política de terra queimada de Kiev

Num artigo da ntv, o título diz: "Moscovo está a deixar a Crimeia morrer de sede?”. Uladzimir Zhyhachou, um odiador da Rússia, é o responsável por esta obra de mentiras. Ele vem da região de Kharkov e já escreveu muitos artigos odiosos contra a Rússia na ntv. Será que este pregador do ódio não se apercebe de que já forneceu o melhor argumento com a manchete de que a Rússia não pode, de forma alguma, ser responsável por esta explosão? Foi Kiev que drenou o canal de irrigação da Crimeia há nove anos. Por conseguinte, um dos primeiros objectivos da operação especial russa foi restabelecer o abastecimento de água à Crimeia. E agora, supostamente, voltaram a rebentar com o canal?

geopol.pt

ByPeter Haisenko

Foi piloto da Luthansa durante 30 anos. Autor e jornalista desde 2004, publicou vários livros e mais de 700 artigos sobre Economia, História, Política e Aviação.

Leave a Reply

error: Content is protected !!