A China e a Rússia devem formar uma aliança?

A conclusão é simples. A China e a Rússia devem manter uma parceria estratégica, aproveitar ao máximo as possibilidades que ela contém, e deixar a porta da aliança aberta. Os dois países não devem estabelecer limites às suas escolhas estratégicas. Sob a condição de a situação internacional continuar a deteriorar-se, as ameaças estratégicas e militares à segurança da China e da Rússia são susceptíveis de aumentar. Num certo ponto crítico, a aliança pode tornar-se uma necessidade prática para a China e a Rússia.